Centro de mesa de chita

 

Eu não podia imaginar que uma das peças mais emblemáticas do Brasil não é brasileira. Tô falando do tecido de chita. Eu adoro e achei um retalho do tecido em casa, de outra toalha que fiz. Como era o pedaço é pequeno, decidi fazer uma toalha de centro de mesa de chita. Também tinha em casa renda de bilro, que eu comprei em uma viagem a Fortaleza. Então, decidi ler um pouco para entender a origem do tecido e surpresa: a chita nasceu na Índia, mas no Brasil ganhou uma personalidade própria e tornou-se um dos símbolos da nossa identidade.

O nome original do tecido é Chintz e era produzido na Índia por volta de 1600 para roupas de cama e decoração. Lá no início, o tecido era beeeem diferente da chita colorida que conhecemos hoje. Mas sua característica principal foi mantida. O (a) Chintz e a Chita são feitos em um tecido de algodão chamado Morin, tem uma trama simples e estampas coloridas.

Coromandel_chintz
Retalho de Chintz datado do século XVI, em um museu na Índia

Na época das grandes navegações, o tecido foi levado da Índia para a Europa, principalmente Inglaterra e França. Lá o tecido conquistou todo mundo! Mesmo sendo caros e raros, a importação do tecido explodiu nestes países. Todos amavam, e o Chintz passou a ser usado também para a fabricação de peças de roupas. E daí acrescentamos um capítulo não sobre o tecido, mas a ganância das pessoas. Acreditam que os tecelões ingleses e franceses ficaram preocupados porque não conseguiam copiar o tecido e conseguiram proibir a importação e o uso dele em seus países.

450px-Jacket_in_chintz_skirt_in_wool_damask_1750-1800._MoMu_-_Fashion_Museum_Province_of_Antwerp_www.momu_.be_._Photo_by_Hugo_Maertens_Bruges.
Vestido produzido entre 1750-1800, em Fashion Museu da Antuérpia

A partir de 1800 os portugueses iniciaram a produção do tecido no Brasil. Não entendi porque, mas aqui a produção era mais barata que na Europa. Pronto, foi o início da produção do tecido que para mim era “originalmente brasileiro”. Ok, entendi que usamos uma referência mundial, mas demos nossa cara sim! E a diferença entre Chita e Chitão é a largura do tecido.

Eu gosto muito deste tecido.  Acho que combina muito com a decoração da minha casa, que é em madeira de demolição. Gosto porque o colorido é o que dá o tom na decoração que quero para o dia. E posso brincar com as cores! O centro de mesa que fiz foi super rápido e fácil, basicamente costura reta. Primeiro, fiz uma barra em volta do tecido.

IMG_2085-906x1024

Depois, eu costurei nas bordas a renda de bilro. Eu comprei uns 10 metros da renda quando fui a Fortaleza! Esta renda é aquela que a bordadeira utiliza uma almofada e a linha presa em cilindros de madeira. Ela desenha a padronagem da renda com alfinetes. Ela vai sobrepondo os fios e formando a renda.

IMG_2088-1024x764

E assim ficou a minha toalha. Eu achei que ficou muito fofa. Coloquei em uma mesinha de apoio que tenho na minha cozinha. Em cima, coloquei uma gamela de madeira, onde deixo as frutas. Curtiu?

IMG_2092-1024x1024

Curtiu?

Eu adoro a chita e vou comprar mais para testar outras ideias aqui em casa! Só não decidi onde, ainda… :-)

IMG_2091-1024x979